As minhas férias de 2014

ricardocruz @ Bicla no Porto | 30/08/2014 às 9:28

Temas: [ Passeios ] [ bicicultura ] [ férias ]

Estas foram as minhas férias grandes de 2014. As melhores de sempre (as de 2013 também já tinham sido as melhores de sempre. Mas isso fica para depois). Este ano, foram mais de 1,800 km por Portugal e Espanha. Mais … Continuar a ler
-----------------------------

Um dia na vida nómada...

Gonças @ Hors Piste autorizé.... | 28/08/2014 às 10:50

Temas: [ Asia ] [ bicicultura ] [ rtw ]

O levantar campo, comer na estrada, explorar novos caminhos, encontrar um canto para montar a tenda outra vez, cozinhar e pernoitar sob mil estrelas....é o dia-a-dia de um nómada.


-----------------------------

Pneu velho, cinto novo!

Julio @ Biclas blog | 19/08/2014 às 23:02

Temas: [ bicicultura ]

O que fazer com os pneus usados das nossas bicicletas? Dar-lhes uma nova vida, claro! :)
 DSCN3634.JPG

É isso que faz o João, criador da marca "Rebusca", também ele entusiasta das bicicletas. Conheci-o numa pequena banca onde ele apresentava os seus produtos.
Utilizando pneus e câmaras de ar usados, ele faz cintos, carteiras e pulseiras. Uma excelente ideia! Eu não resisti e acabei por comprar o cinto que vêem na foto. Um bom pneu, só pode resultar num bom cinto...
Parece que ele tem uma loja em Lisboa, ali para os lados de Santa Apolónia. Um dia destes vou lá visitá-lo e levo comigo alguns pneus velhos que tenho guardados para com eles criarmos qualquer coisa nova. :)
Para quem estiver interessado, aqui ficam os contactos da "Rebusca": 96 1474 301 / rebusca@gmx.com


-----------------------------

PSICOPATA TRESLOUCADO ESPANCA CICLISTAS

Cátia Fonseca @ Costureira Ciclista | 19/08/2014 às 12:07

Temas: [ bicicultura ] [ Estupor do Ciclista ] [ Opinião ]

« É um desporto desgastante.... Por isso, mesmo quando não terminam nos primeiros lugares, gosto de ir ter com eles e dar-lhes uma palmada reconfortante nas costas. Afinal de contas, é bom chegar em primeiro lugar mas, nem sempre ganhar é tudo o que importa »

Este testemunho fictício, que deu origem ao título bombástico deste post, pretende ilustrar aquele que vem sendo o hábito na maioria das notícias que envolvem ciclistas, carros, seguros, operações STOP e código da estrada: tira-se o que interessa, realça-se o que gera polémica e criam-se títulos aos quais só faltam umas letras em néon a piscar. 




coollogo_com-33763705.png




Pois é caros ciclistas, no final de Julho, quase de certeza que a maioria de nós se deparou com uma destas pérolas:


« Associações de ciclistas querem seguradoras de carros a pagar acidentes »
(O DRAMA!)

« Seguro automóvel deve pagar por acidentes causados por bicicletas »
( O HORROR !!)


« Seguro automóvel deverá vir a pagar por acidentes causados por bicicletas »
( A TRAGÉDIA!!!)



« Vais pagar!!!! Vais pagar!!!! »



Confesso que na altura em que estas notícias começaram a sair, achei a situação um bocado absurda. Uma onda de histeria colectiva parecia ter tomado conta das discussões, e a época de caça às bruxas estava oficialmente aberta (com direito a archotes e forquilhas, como nos bons velhos tempos). 



O cenário pitoresco que muitos artigos transmitiam era essencialmente este: 


SnowWhite6.gif

Era uma vez, um ciclista fofinho de quem toda a gente gostava. Era uma espécie de Branca de Neve que pedalava pela cidade a assobiar ao som do canto dos pássaros. Tinha uma pequena horta ali em Telheiras, onde produzia produtos 100 % biológicos que depois distribuía pelos mais carenciados. Aquilo que não conseguia produzir, comprava no pequeno comércio local. 
Basicamente, era muito fixe.
Porque tinha uma bicicleta. 
Ah, e preocupações ambientais e não-sei-quê.



Uruk-Hai.png
« Gosto de atropelar ciclistas e atirar lixo pela janela ! »


Depois, era uma vez um automobilista. Uma criatura vil e mesquinha. Como tem carro, de certeza que não tem preocupações ambientais. Como tem carro, é quase certo que anda em excesso de velocidade. 
Que estaciona em cima dos passeios.
Que tem uma "arma mortal" nas mãos. 
E que todo e qualquer acidente será, dê por onde der, culpa dele. 
E isto tudo porque o carro polui e ele tem mais é que andar de bicicleta. Mais nada! 





Bom... não sei qual a vossa opinião relativamente a este assunto mas, eu não podia estar menos de acordo com a perspectiva de um condutor automóvel, pelo simples facto de conduzir um carro, ser responsabilizado por um acidente causado por alguma manobra kamikaze de um ciclista tresloucado (pois, porque lá por andar de bicicleta, isso não faz de todos os ciclistas um exemplo a seguir. Há ciclistas e ciclistas. Tal como há automobilistas e automobilistas). 


« Mas nos outros países é assim! »  
Tudo bem. Que seja. Há muitas coisas que se fazem "nos outros países" com as quais eu não concordo. 


« Mas o condutor, como tem carta, tem a obrigação de ter mais atenção ! »
Ah sim ? Então e não há ciclistas com carta de condução ? Esse é um dos argumentos que vem sempre à baila quando se fala do direito a circular na estrada ...


« Ainda assim, o condutor tem de ter mais atenção e estar preparado. Porque tem carro e o carro tem potencial destrutivo » 
Eu também tenho potencial destrutivo quando estou de mau-humor. E nem preciso de carro! 
Agora fora de brincadeiras, a verdade é que há situações tão imprevisíveis que, por mais atenção que tenhamos, não conseguimos evitar. Sabem a quantidade de acidentes que há com cães nas auto-estradas? Ou com javalis em estradas rurais ? Podemos antecipar algumas situações de perigo e até adoptar uma condução mais defensiva mas, há situações tão improváveis que nem sequer as ponderamos. Quantas pessoas, quando circulam numa auto estrada pensa: «é melhor ir a 80 km/hora porque... nunca se sabe... pode aparecer um cão abandonado e eu não ter tempo de parar » ou « deixa-me cá reduzir a velocidade porque pode aparecer um cavalo vindo de nenhures »


Adiante.


Estava eu a dizer que se gerou uma onda de loucura e indignação porque ninguém se entendia. As associações de ciclistas diziam, supostamente, uma coisa. O ACP respondia, supostamente, com outra.

E "supostamente" porquê ?

Convido-vos a espreitar os links da MUBI e da FPCUB a respeito deste assunto.



Vão lá. Eu espero.


meme_waiting.png



Já está ? 

E então ? Parece que afinal a história não é bem como aparece nas letras gordas.


Afinal ...
« Assim, ao contrário do que tem vindo a ser divulgado na comunicação social com meias verdades suportadas em citações parciais e descontextualizadas, a MUBi não defende qualquer agravamento dos seguros automóveis nem que estes tenham que compensar sempre e de forma definitiva as vítimas. Pelo contrário, caso estas venham a ser responsabilizadas pelo sinistro, cabe à seguradora o direito de vir a ser ressarcida de parte da compensação prestada ao utente vulnerável, em tribunal. » MUBI



Afinal...
« A bicicleta é também de entre os veículos que circulam na estrada, um dos que menos acidentes (e com menor gravidade) pode provocar. Também é daqueles meios de transporte que em razão da velocidade que atinge, menos danos corporais provoca (para além de muitas outras vantagens para a sociedade em geral - económicas, ambientais e de saúde pública). Mesmo sem seguro obrigatório, o condutor de velocípede (ou peão) não deixa de ser responsável e os seus bens não deixam de responder por isso. Tal como qualquer cidadão que provoque danos em bens pertencentes a terceiros. » FPCUB


Afinal andou tanta gente histérica por causa de um monte de tretas descontextualizadas.



Ah.... o milagre da manipulação das massas. E enquanto se apedrejam uns aos outros nas redes sociais com calhaus virtuais e comentários desvirtuosos, a atenção vai sendo desviada daquilo que realmente importa: a necessidade de melhorar e criar infraestruturas adequadas.



transferir%2B(1).jpg
« hehehehe»









-----------------------------

fotocycle [143] offshore! offroad! ofcourse…

paulofski @ na bicicleta | 19/08/2014 às 11:50

Temas: [ fotocycle ] [ Aver-o-mar ] [ bicicultura ] [ ciclistas urbanos do Porto ] [ fotografia ] [ fotopedaladas ] [ Gorka ] [ iNBiCLA ] [ longas pedaladas ] [ motivação ] [ outras coisas ] [ roda de amigos ]

offroad


-----------------------------

can’t miss [106] andancasmedievais.blogspot.pt

paulofski @ na bicicleta | 18/08/2014 às 11:01

Temas: [ can't miss it ] [ bicicultura ] [ ciclistas urbanos do Porto ] [ coisas que leio ] [ mobilidade ] [ motivação ] [ outras coisas ] [ partilha ] [ penso eu de que... ] [ Porto ]

E viva a bicicleta!

Jardim do Cálem, Foz do Douro, Porto

Jardim do Cálem, Foz do Douro, Porto

“O paulofski, do blogue na bicicleta, deixou, neste meu post, estas interessantes informações sobre a situação dos ciclistas em Portugal, com destaque para o Grande Porto. São boas notícias e a opinião do paulofski coincide com a minha, por isso, aqui deixo o comentário (quase) na íntegra. A fotografia que ilustra este texto também é dele.”…

(lê aqui o comentário que deixei no blogue da Cristina)


-----------------------------

Cool

Gonças @ Hors Piste autorizé.... | 14/08/2014 às 10:51

Temas: [ bicicultura ] [ cicloturismo ] [ cicloturismo com crianças ] [ touring bicla ] [ xtracycle ]

E quando encontras um email antigo por ler e é um post de alguém que te encontrou na estrada há quase um ano e escreveu algo sobre ti 
(e o teu filho)? 

Priceless

Capturar.JPG

O post aqui
-----------------------------

rondas de bicicleta

paulofski @ na bicicleta | 14/08/2014 às 9:48

Temas: [ divulgação ] [ 1 carro a menos ] [ bicicultura ] [ boas ideias ] [ Cascais ] [ coisas que leio ] [ Ecopista ] [ Figueira da Foz ] [ mobilidade ] [ motivação ] [ outras coisas ]

Bombeiros dão assistência a praias da Figueira da Foz

Bombeiros Figueira da Foz“A iniciativa, que começou em 2003 e decorre pelo 12.º ano consecutivo, consiste no patrulhamento em bicicleta, por duas equipas de dois bombeiros credenciados em socorrismo, de um percurso de cerca de seis quilómetros, pela avenida marginal, adjacente às praias situadas entre o rio e o Cabo Mondego.

“Trata-se de uma iniciativa que visa contribuir para o aumento da segurança da cidade da Figueira da Foz nas áreas adjacentes às praias durante a época balnear e que, devido ao êxito alcançado nos anos anteriores (2003 a 2013), pretendemos manter”, refere, em comunicado, a direção da associação humanitária.

Asseguram o programa – que decorre aos fins de semana, até 07 de setembro – 57 bombeiros das corporações da Figueira da Foz, Gouveia e Penacova, estas duas ao abrigo de um protocolo de cooperação com os Voluntários da Figueira da Foz.

Cada uma das quatro bicicletas está equipada com material de emergência médica que “permite prestar cuidados primários de saúde” e equipamento adicional para teste de glicemia e monitorização de tensão arterial.

“Complementarmente, as bicicletas estão equipadas com meios portáteis de extinção de incêndio (extintores de espuma e de pó químico), que permitirão “debelar pequenos focos de incêndio”, adianta a associação.”

(fonte: www.dn.pt)

Patrulhas da GNR em bicicleta

GNR bicicletas“Patrulhas da GNR em bicicleta vão realizar ações de policiamento, fiscalização e apoio na Ecopista do Dão, entre Viseu e Santa Comba Dão e nas zonas do Caramulo e Termas de São Pedro do Sul. Este tipo de patrulhas que há vários anos existe nas zonas costeiras e balneares, chega agora ao interior, “para servir as populações através do designado, policiamento de proximidade e reforçar a segurança de moradores e turistas que visitam o nosso distrito”, anunciou o Comando Territorial da GNR de Viseu.

Segundo a Guarda Nacional Republicana as patrulhas ao deslocarem-se em bicicletas “permitem alcançar uma área muito mais extensa que o patrulhamento apeado, mais mobilidade na execução do serviço e uma maior proximidade da população quando comparada com o típico patrulhamento em veículos motorizados”.

Este tipo de patrulhamento passa também a integrar a Operação Floresta Segura, com o reforço de patrulhas nas zonas florestais.”

(fonte: www.jornaldocentro.pt)

 Bicicletas levam livros às praias de Cascais

leya cascais“Em parceria com a Câmara Municipal de Cascais, o projecto “Leya Cascais” vai colocar três bicicletas munidas de livros a circular por algumas praias da Linha de Cascais durante os fins de semana de Agosto.

As bicicletas irão circular pelas praias de S. João do Estoril, Poça, Azarujinha e Tamariz, das 10h30 às 19h00, oferecendo a possibilidade de empréstimo para leitura ou, caso o leitor preferir, a compra do livro que escolheu.

A ideia é aproximar a leitura e os livros aos leitores que se encontram de férias ou a frequentar as praias do Município de Cascais, assim como divulgar a rede de bibliotecas municipais. A oferta inclui não só livros para adultos, mas, também alguns livros em inglês e livros para jovens e crianças.”

(fonte: www.cm-cascais.pt)


-----------------------------

pedalar a gosto – versão pasteleiras e vintageiras

paulofski @ na bicicleta | 13/08/2014 às 10:36

Temas: [ divulgação ] [ Ílhavo ] [ bicicletas bué de fixes ] [ bicicultura ] [ Fafe ] [ motivação ] [ noticia ] [ Oliveira do Hospital ] [ outras coisas ] [ pasteleiras e vintageiras ]

Desfile de pasteleiras no Festival do Bacalhau – Ilhavo

pasteleira Ilhavo
“Este ano, integrado no Festival do Bacalhau de Ilhavo, vamos ter uma concentração e desfile de pasteleiras e trajes antigos, evocando e recriando as memórias locais sobre esta bicicleta histórica, bem como as vivências culturais e sociais da comunidade ligadas às fainas do bacalhau.

Como pode participar?
Para participar basta apresentar-se no recinto do Festival com bicicleta antiga “pasteleira” e traje antigo.
A cada participante que cumpra estes requisitos será oferecida uma entrada no Museu Marítimo de Ílhavo e no Navio-Museu Santo André. Cada participante tem ainda a oferta de uma pada de Vale de Ílhavo.
A inscrição é gratuita, mas obrigatória até ao dia 12 de agosto através de museuilhavo@cm-ilhavo.pt ou 234329990.”

Programa completo do festival: aqui


Leve a sua bicicleta antiga a passear

IV passeio biclas antigas Fafe

“Os Restauradores da Granja, Fafe vão promover no próximo dia 17 de Agosto de 2014 mais uma edição do Passeio de Bicicletas Antigas e estão apostados em juntar este ano o maior número de veículos de duas rodas que outrora fizeram as delícicas dos seus utilizadores e que, estando ultrapassadas no tempo (!!!), têm o encanto e a beleza que as bicicletas de agora não têm.

O encontro está marcado para as 10:15h na Praça 25 de Abril, com um almoço previsto para as 13 horas…”

Mais informações aqui: montelongodesportivo.blogspot.pt

4º Passeio de pasteleiras GADA – Seixo da Beira-Oliveira do Hospital

passeio pasteleiras Seixo Beira
“O Grupo Aventura Duas Antas irá realizar no dia 31/08/14 a 4ª edição do seu crescente passeio de Pasteleiras.Inserida na Festa do Pão e Bôlas de Seixo da Beira-Oliveira do Hospital.
O passeio percorrerá a Freguesia e terá inicio ás 09:00 no Parque Nª.Srª. da Estrela.
Haverá: brindes, reforço e almoço
Inscrições através de : 927276584 ou gaduasantas@yahoo.com

Mais informações em : facebook.com ou www.duasantas.web.pt


-----------------------------

Oh Captain, my Captain!

paulofski @ na bicicleta | 12/08/2014 às 9:46

Temas: [ motivação ] [ outras coisas ] [ bicicultura ] [ ciclistas no mundo ] [ coisas que leio ] [ Robin Williams ]

Robin Williams  Photo: Arnaldo Magnani/ Getty Images

Robin Williams
Photo: Arnaldo Magnani/ Getty Images

2011 – published in http://nypost.com/2011/04/20/nypds-game-of-cops-robin/

“Two star-struck cops who are big fans of Robin Williams spotted their beloved comedian illegally biking on a sidewalk and gave him a free pass — instead of a $100 ticket.

America’s most famous cyclist after Lance Armstrong appeared on “The View” on WABC/Channel 7 yesterday and talked about street justice, celebrity-style.

He said he was riding toward a bike path in Manhattan when “all of a sudden, ‘WHOOP! WHOOP!’ ”

Then he said he heard a cop on a bullhorn order: “PULL OVER!”

“I wasn’t dressed, like, in bike clothing . . . I had a single-speed track bike, and I had on a bal aclava, which basically makes me look like a terrorist or a crack dealer,” he admitted.

But, he insisted, “No one else — no one — was on the sidewalk.

“Then all of a sudden, they’re going, ‘Can we see some ID?’ I had a wallet, luckily.”

“They say, ‘Hey, Mr. Williams, how are you?’ And, ‘Mork!’ ”

Williams, who made his mark playing the alien Mork from Ork in the 1970s sitcom “Mork & Mindy,” said the cops told him: “There’s a new law. Look, we won’t give you a ticket this time.”

New York has had a law against biking on the sidewalk for many years. Cyclists who do so without hitting a pedestrian can be fined up to a C-note. It they do hit a walker, they’re on the hook for up to $300 and their bicycles can be impounded.

The above-the-law actor — now starring on Broadway as the Tiger in “Bengal Tiger at the Baghdad Zoo” — was not goodwill hunting.

He showed no sympathy for “View” co-host Elisabeth Hasselbeck, who told him, “I got hit by a bike on a sidewalk.”

“Well it’s the law because of you,” Williams, 59, barked back.

Williams is a bike nut who owns some 60 of them, according to BikeRadar.com.

New York has been cracking down on bikers who flout the law by zooming through red lights, going the wrong way down one-way streets and endangering pedestrians on sidewalks.

Cops were “unfair” to exempt Williams because of his celebrity, said Robert Fader, a Long Island lawyer who represents injured cyclists.

“Strictly speaking, the cops have the right to give these tickets out,” he said. “It’s a rulebook-slowdown kind of thing, where they’re following the letter of the law.”

Police declined comment.”

rest in peace my friend


A mostrar posts 1 a 10 de 497 | « Anteriores | Próximos » | 5, 10, ou 20 de cada vez.


Creative Commons License

O conteúdo deste site está sob uma licença Creative Commons BY-NC-SA.
Os direitos do conteúdo externo apresentado neste site são os definido pelos autores.
A apresentação de conteúdo externo neste site é feita com a autorização dos autores.

:-}
v13.09
Powered by HTML Purifier